×
Utilize aspas para busca exata.

Política de Cookies

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet. Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua. At vero eos et accusam et justo duo dolores et ea rebum. Stet clita kasd gubergren, no sea takimata sanctus est Lorem ipsum dolor sit amet.

fechar

Política de Privacidade

fechar

Política de Uso de Dados

fechar

Notícias

Abrir Filtros

Governadora Daniela Reinehr anuncia Parceria Público Privada para construção do Complexo Prisional em Blumenau.

Governadora Daniela Reinehr anuncia Parceria Público Privada para construção do Complexo Prisional em Blumenau.

 

Nesta terça-feira, dia 17 de novembro, a Acib (Associação Empresarial de Blumenau), em conjunto com representantes de outras entidades empresariais e de classe de Blumenau, se reuniu com a governadora do Estado, Daniela Reinehr e secretários de Estado. Em razão de ter sido diagnosticada com Covid, a governadora não pode estar presente fisicamente na Acib, porém participou por web conferência. 

O encontro foi uma resposta ao pedido enviado pela Acib no dia 4 de novembro. Na ocasião, o presidente Avelino Lombardi solicitou uma audiência com a governadora para apresentar as demandas de Blumenau, com o objetivo de alinhar ações voltadas ao desenvolvimento do município. As demandas apresentadas por Lombardi foram:

  •  Duplicação da SC 108 até a intersecção com a BR 280;
  • Construção da saída leste da cidade, conforme estudo existente na Secretaria de Infraestrutura, contribuindo para desafogar a mobilidade urbana de Blumenau;
  • Apoio para que se imprima agilidade na duplicação dos quatro trechos licitados e em obras da BR-470, bem como que se acelere o processo de concessão dos demais;
  • Conclusão do complexo prisional da rua Silvano Cândido da Silva Sênior, terminando as adaptações e obras da Penitenciária Industrial de Blumenau, construção do presídio e do semiaberto, com subsequente fechamento e desativação do atual presídio da rua General Osório, doando-se aquele terreno para construção de um espaço de lazer para a comunidade (conforme promessa do Governo do Estado);
  • Remoção de entraves para aprovação do Projeto do Centro de Eventos de Blumenau;
  • Aporte de recursos para a área da saúde, em especial o Hospital Santo Antônio.

 “Esperamos manter um relacionamento aberto com o Governo do Estado e que tenhamos o apoio de vocês para continuarmos desenvolvendo nossa cidade, e possamos trabalhar juntos”, comentou o presidente da Acib, Avelino Lombardi.

Um dos anúncios feitos pela governadora foi a assinatura de um contrato entre o Governo do Estado e o BNDES de uma Parceria Público Privada para a construção do complexo prisional da rua Silvano Cândido da Silva Sênior, em Blumenau. “Esta parceria permitirá a construção de um local adequado e vai resultar na desativação do presídio da rua General Osório”, explicou a governadora. 

Em relação ao Centro de Eventos, a Governadora explicou que as documentações necessárias já foram encaminhadas para o andamento do projeto. Também anunciou um programa de apoio para o custeio dos Centros de Inovação de Santa Catarina. “O  objetivo é destinar um valor periódico que vai servir de sustentação para esses centros” afirmou.

O secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Augusto Vieira, comentou que o Estado tem investido muito na gestão e controle do órgão por meio de tecnologia. “Uma das prioridades da nossa cadeira foi a SC 108. Ela é um caso complexo, que envolve questões de pagamento indevido, gerando um inquérito junto ao MP, o que ocasionou a paralisação da obra. Estamos apurando todos os qualitativos e, após a organização de todo material, levaremos aos órgãos de controle para que possamos fazer isto de forma correta, tomando passos seguros e firmes sobre este assunto”, informou o secretário.

O secretário de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa, Leandro Antônio Soares Lima, explicou que a solução adotada para a construção do complexo prisional de Blumenau foi a parceria público privada, entendendo que esta seria a melhor forma de funcionamento do local. “Com a assinatura do contrato, o compromisso será o fechamento do presídio da rua General Osório, doando-se aquele terreno para construção de um espaço de lazer para a comunidade. Além disso, o novo complexo prisional será o mais moderno do Estado em termos de infraestrutura e qualidade”, relatou o secretário.

Ricardo Stodieck, secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, garantiu que a mudança de data da inauguração do Centro de Inovação não atrapalha o funcionamento do local. 

Compartilhe: